<!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </head><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d3362096959032959976\x26blogName\x3dPetit+Pi%C3%A1\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://petitpia.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://petitpia.blogspot.com/\x26vt\x3d2331405153593217846', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script> Petit Piá

28 fevereiro 2008

AULA DE MAQUIAGEM

Como toda garotinha, passei minha infância brincando de me maquiar e testando todas as cores de batons e sombras da minha mãe. Meus pais foram maravilhosos e sempre que eu tinha uma chance, eles deixavam eu sentar na barriga deles e lambuzar a cara com mais uma sessão de maquiagem. Sim, sim, isso mesmo... eu maquiava os dois. Meu pai também deixava! (podia contar, pai?!) Nossa... a gente se divertia muito!

O fato é que eu virei gente grande, aprendi a me maquiar e tive um filho menino! A minha vida (leia: minha sala) é rodeada de Hot Whells, skates, bicicletas e vídeo game. Nossas brincadeiras vão de uma partida de futebol à uma escalada no muro do condomínio, incluíndo apostas de corrida que eu sempre perco e descabelamento semi-histérico-disfarçado quando ele desce o escorregador de ponta cabeça. Claro.. só assim é que tem graça!
O bom disso é que tenho quase todos os meus batons e lápis intactos! Exceto pelo pai dele que adoooora deixar recadinhos românticos no espelho do banheiro. Tá... não dá pra reclamar, mas o destruidor de maquiagem aqui é o menino mais velho mesmo. Então eu tenho que deixar minha porção leoa presa dentro da jaula nesses momentos e ficar na minha, fingindo que nem ligo em dar adeus ao meu baton da Lancome!

Apesar de adorar bonecas e maquiagens, quando eu era pequena era muito bom entrar nas brincadeiras de Forte Apache e futebol de botão do meu irmão e assistir aos ensaios da banda dele, na garagem da casa dos nossos avós. Sei que vou passar por tudo isso de novo com meu moleque e olha... eu adooooooro!
No começo de fevereiro fiz uma sessão de fotos no estúdio, com as filhas de uma grande amiga minha. Eu me diverti tanto com a sessão de maquiagem das duas, enquanto a mamãe sofria vendo seu brilho da Victoria Secret´s desaparecendo entre dedinhos e lábios-mirim! Leozinho só olhava de longe, tentando montar um quebra-cabaça no computador e eu podia sentir o que passava pela cabecinha dele. Claro... é o que passa na cabeça de todos os homens: "Mulheres... quem entende?" rs..

Bom, gostei tanto da sessão que não consegui escolher a foto preferida. Então seguem algumas aqui, em tamanho grande e outras que passam rapidinho ali em baixo, que também fazem parte da composição do álbum. A Carol e a Juju já são meio filhas, meio noras e com elas estou retomando essa porção Barbie da minha vida. (Tá bom, tá bom... no meu tempo era a Susi, sim... e daí? A infância nos anos 80 foi ótima!) Até mais! =)




Ganhei essa moldurinha fofa da Line Prado :) Tks!


Para ver as composições basta repousar o mouse sobre a imagem















Marcadores: ,


Escrito por Karim Scharf às 15:55




25 fevereiro 2008

UM POUCO DE FOTOGRAFIA

De novembro à fevereiro tudo é muito corrido na agência. É quando os nossos clientes começam a fechar as campanhas para o ano seguinte, quando acontecem as convenções, lançamentos, etc... E o fim de toda a correria acontece exatamente depois da festa de aniversário do Léo, ou seja, viro escrava de mim mesma nesse período e de um dia para o outro, tudo acaba! Agora, com as coisas mais calmas, volto me dedicar à fotografia, cursos e sessões de estúdio que tenha curtido tanto fazer.
Tenho recebido vários e-mails e recadinhos no blog, me perguntando algumas coisas sobre esse processo de aprender a fotografar. Eu ainda não havia conseguido parar para falar sobre isso, mas hoje vou fazer um post sobre a minha curta e já feliz experiência com a câmera, na tentativa de ajudar quem também se interessa.

Gosto de fotografia desde sempre, mas não gostava dos resultados das minhas fotos. Sempre achava que elas eram muito diferentes daquela cena que eu tentava registrar. As vezes via o Leozinho dormindo no berço, com uma luz linda vinda da janela do quarto e quando revelava a foto, percebia que a câmera não tinha feito a mesma leitura que eu tive daquele momento. Ficava frustrada.

Quando eu falei pro maridão 'Quero uma Reflex', a primeira coisa que ele me fez perceber é que eu nunca tinha sequer lido o manual da minha Cyber Shot. Mas foi o que eu fiz. Descobri o modo manual, revirei as instruções e comecei a fazer fotos diferentes e muuuuito melhores. Comecei a ler livros sobre fotografia e então fui direto para um curso básico, para entender diafragmas, obturadores, exposição, ISO, white balance, etc... e aí sim comprei uma Nikon D80, que é a câmera que eu trabalho.

Mas muito além de tudo isso, o que eu acredito que seja fundamental para uma boa fotografia é o que chamo de "Olhar do Fotógrafo". É você ver uma cena, um lugar, um momento e conseguir enxergar a beleza que existe por trás dela. Então, entra em cena a composição, o enquadramento e as sutilezas que você quer captar daquilo que está vendo. Observar a luz, de onde ela vem, se é direta, se é suave. Mudar sua posição, fugir de enquadramentos convencionais, preencher o espaço e buscar a espontaneidade, acredito que sejam bons ingredientes para uma boa foto.


Essa é uma foto que gosto muito. Resolvi trabalhar um pouco nela, para valorizar algumas coisas. A primeira coisa que me agrada é o fato de ser uma foto espontânea. O Paulo e o Léo estão num momento só deles, brincando, no maior chamego. Nenhum deles está olhando para a câmera e atendendo ao pedido de "um sorriso por favor". O paulo está praticamente de costas e a fotografia não perdeu nada por isso.
A composição da foto, foi escolhida rapidamente. Tínhamos uma parte da baía da Babitonga ao fundo, algumas árvores e uma cena bonita entre pai e filho. Procurei não centralizar os meninos e pegar um pedaço daquele mar bonito que fazia parte da minha leitura naquele momento.
Depois da foto pronta, agora é hora de brincar com ela. Algumas correções de exposição e balanço de cores, acabei por fim convertendo para sépia e aplicando um filto, para dar um ar de sonho, de nostalgia. Ainda estou aprendendo a mexer com isso, mas espero que vocês tenham gostado tanto do resultado, quanto eu.

LEITURA
A primeira coisa a fazer, como sempre digo, é ler o manual da sua câmera. Se você nunca leu, vai se surpeender com as coisas que pode aprender por lá. Depois, procure na internet o básico da fotografia: tipos de câmeras, lentes, obturador, diafragma, ISO, white balance e a relação que existe entre essas funções. Se quiser se aprofundar mais, busque alguns livros. Minha sugestão: "O Novo Manual de Fotografia" de John Hedgecoe, "Fotografia Digital" de José Antônio Alves Ramalho que são mais básicos e mais pra frente, os livros de Photoshop para Fotógrafos de Marcos Kim e Altair Hoppe. Muitas dicas maravilhosas, também estão no blog do Daniel, listado aí na lateral do blog e onde eu também busco informação e inspiração.
Do pouco que eu sei, acredito que essas sejam boas dicas para quem quer colocar o pé na estrada e os dedinhos no disparador.

Beijos!

Marcadores:


Escrito por Karim Scharf às 13:18




20 fevereiro 2008

DETALHES DA FESTA

Este ano, comemoramos o aniversário do Léo no salão de festas do nosso prédio. Resolvemos criar um clima gostoso, intimista e sem exageros. A prioridade era que o Léo se divertisse e estivesse entre os amigos que ele mais gosta. O tema foi do filme Carros da Disney e o convite é o mesmo do cartão que postei no dia do aniversário dele. Apenas mudei o texto para publicar aqui. Também fiz etiquetas para as lembrancinhas e centro de mesa, no mesmo padrão.

Resolvi tudo por telefone e o único trabalho que tive além dos convites, foi preparar um centro de mesa de última hora, tentando espremer um pouco de criatividade do meu cérebro, que não anda lá essas coisas ultimamente. Comprei cachepôs de papelão para violetas, forrei com papel celofane amassado e recheei com marshmallows e balas de maçã verde, laços de fita, dois balões coloridos com varetas no centro e uma etiqueta personalizada. Rápido, prático, eficiente e barato.


Acho que todos gostaram muito da lembrancinha. Recebi muitos elogios. Comprei um jogo americano com porta copos do tema Carros super lindo, com diferentes imagens que encontrei na loja Semaan na região da Rua 25 de março, em São Paulo. Tem muita coisa de boa qualidade e de vários temas que a criançada gosta. Para entregar, fiz rolinhos e passei uma fita com a etiqueta.

Vamos às fotos



Todo feliz com o seu Relâmpago McQueen, com os avós paternos e minha mami, e na maior beijocação com os papais, na hora do parabéns. Meu papaizão não conseguiu vir este ano... sentimos falta!




Aqui, conseguimos reunir parte da turminha perto da piscina, mas tinha mais criança correndo do que ouvindo a histérica da mãe do aniversariante, chamando todo mundo




Um momentos "BloGirls". Eu e minha tatoo (morro de vontande mas por enquanto só de figurinha na festa do filho mesmo), Karen, Aninha com Arthur e Larissa. Faltou a Kika, nessa foto, mas ela estava correndo atrás da Catharina que se atracou no cesto de presentes rsrs...




The three best friends. Eles são incrivelmente amigos! Na escola, não existe um sem o outro. São amigos de coração! Se ajudam, se respeitam, se protegem e se adoram! Leozinho, Flávia e Eyriam


* No próximo post, volto a falar um pouco sobre fotografia.
Beijos e obrigada por todas as mensagens de carinho que recebemos esses dias! Adorei!

*EDIÇÃO DE AGRADECIMENTO: à querida Anita, nosso muito obrigada pelo carinho enviado na forma de um DVD muito bacana! Estamos curtindo muito!! Beijos

Marcadores: ,


Escrito por Karim Scharf às 14:35




18 fevereiro 2008

A LUZ DAS ONZE E DEZOITO

Leozinho chorou ainda dentro da minha barriga! Metade dentro, metade fora! Nasceu de cesária e com 4 voltas de cordão: 1 no pescoço, 1 no abdomen e 2 na perna esquerda. Mesmo anestesiada, sentia ele se mexendo muito, segundos antes dele chegar. Assim que a cabeça saiu, ouvi um choro tão alto, tão forte, que rindo e chorando, (acho que eu estava gritando) perguntei pro meu médico: "Ei... você derrubou o Léo"?! rsrs.. Mas ele ainda estava dentro de mim. Somente aquele rostinho lindo, para fora, gritando e dizendo ao mundo a que veio! E veio com 39 semanas, 3.400Kg, 49cm, APGAR 10/10
A segunda pergunta que eu fiz foi para o meu irmão: "Que horas são?"
"Hora de nascimento, 11:18h", ele respondeu entre lágrimas!

Gosto de fotografar o Léo sempre no mesmo horário! Faço isso em todas as manhãs de 17 de fevereiro, às 11:18h, não importa onde a gente esteja, ou o que ele esteja fazendo. Assim posso contemplar o crescimento do meu filho e ver como Deus é generoso comigo. O tempo passa e ele continua tão forte e intenso, quanto aquele choro que fez tremer as paredes da maternidade... tão feliz quanto o clima dentro daquela sala e tão lindo como o dia de sol daquele carnaval.


Fiz essa foto quando Léo estava na janela do quarto dele. Eu do lado de fora e ele ali, lindo... me olhando!
Usei um filtro na edição desta foto e gostei do resultado.


Legenda:
* 2004 - Maternidade, no colo do tio Mauro
* 2005 - Na nossa casa de Curitiba
* 2006 - No barbeiro com o papai em Curitiba
* 2007 - Chamegando os pijamas da mamãe e do papai no quarto dele em SP
* 2008 - Essa belezinha aí, na janela do quarto

FESTA

Marcadores: ,


Escrito por Karim Scharf às 15:40




17 fevereiro 2008

FELIZ ANIVERSÁRIO, MINHA LUZ

"O Beibo levantou-se, ficou com a mão sobre a minha cabeça e de repente começou a falar chorando... Tá nascendo meu amor... eu tô vendo! Tá chegando!!! A voz emocionada, o riso e o choro dele contagiou todo o ambiente. Comecei a rir a chorar também, quando de repente ouvi o estrondo do choro do meu Léo... Muito alto, muito forte, meu Deus... Meu filho nasceu!!!"

*Trecho do meu 'relato de parto', em 17/02/04

Hoje é um dia de muita emoção! Léo passou a noite dormindo no meio da gente, e de manhã cedo contamos para ele o quanto ele foi desejado e tudo o que aconteceu naquela manhã de sol! Ele perguntou se quando morava dentro da minha barriga, ele fazia cócegas em mim! Eu disse que sim, e que era tão gostoso que passei os nove meses rindo, feliz, dando risadas e sonhando com o dia em que ele faria cócegas em mim com suas mãozinhas! Ele sorriu, me abraçou e me encheu de cócegas!
Te amamos, Príncipe! Obrigada por tua luz!



Presente da querida tia Mara


e da querida tia Karen

Marcadores: ,


Escrito por Karim Scharf às 11:25




12 fevereiro 2008

CÉU ASTRAL

Esse molequinho lindo aí, está crescendo! E rápido! Está no seu 'céu astral' prestes a completar 4 aninhos.
Não vê a hora de chegar domingo, dia 17 de 'feverinho', como ele gosta de falar e apagar suas velinhas do bolo do Relâmpago McQueen, seu parceiro de tantas brincadeiras divertidas.
Eu estou aqui, naquele momento introspectivo pré-natal, quietinha, lembrando, olhando fotos do nascimento, chorona, saudooooosa....! A cada ano, essa luz chamada Leonardo, renasce no meu ventre e explode raios de emoção e sons de alegria no dia 17. Eu fecho os olhos e ouço perfeitamente o primeiro choro do meu filho, sinto o calor das mãos do meu marido, e a tranquilidade dos olhos do meu irmão. Lembro também de todos os meus amores que estavam do lado de fora, aguardando o primeiro sinal positivo e sei que perceberam a mágica e intensa luz que se fez naquela sala, às 11:18h. Agradeço por estarem sempre ao meu lado! Minha família amada, querida, companheira... Juntos, ganhamos o Léo para tornar a vida mais divertida e juntos, estamos vendo essa luz crescer!


Há 4 anos atrás, chegavam na minha casa sapatinhos, paninhos de boca, móbiles e mordedores.
Hoje, Leozinho recebeu cartões, carrinhos da turma do McQueen, miniatura de Harley Davidson, camisetas e outras delícias pelo correio! Adoramos tudo, mas principalmente saber que veio recheado de amor!
Obrigada Mara querida e Kika, pelo carinho de sempre e a todas que passam por aqui, deixando boa energia!
Kisses

* Obrigada à Vanessa, amiga querida, pelas cuequinhas lindas e fofas! Adoramos!
* Editado, quinta às 18h

Marcadores:


Escrito por Karim Scharf às 19:58




08 fevereiro 2008

HUMMM... QUE DELÍCIA! UM PRATO DE ALFACE!

Esse texto é antigo, mas eu adoro! Sempre dou uma lidinha para levantar o astral quando é preciso e confesso que acho que quem está certo mesmo é o meu pai! Adoçante engorda, diet shake engorda, coca light também, assim como salada, peito de frango com legumes, geléia diet, chuchu, até aquela gosma verde que chamam de dieta da sopa... pois segundo ele, todo gordo que ingere esses produtos, continua gordo! Não parece óbvio? rs... O jeito é rir primeiro e se descabelar depois!


Alfaçada - por Jô Soares

No princípio eram as trevas. Aí Deus criou o couvert. Depois do couvert vieram as entradas, depois das entradas, o pernil. Depois do pernil veio a farofa, a maionese e o feijão tropeiro, além da cerveja, é claro, bem gelada, que não podia faltar. Deus achou tudo aquilo muito bom mas achava que faltava um doce. Aí apareceu o quindim, depois do quindim veio o café. O café e um licor. E a conta.
A gordura é a desgraça do mundo moderno.
Vendo que estava engordando, tomei uma coca cola e uma decisão drástica: vou comer menos. E para mostrar que não estava brincando entrei imediatamente num Mc Donald's e pedi um Big Mac sem cebola. Começou aí o meu regime. Sim, pois o primeiro passo para quem decide começar uma dieta é, antes de mais nada, escolher entre os milhares de métodos de regimes à disposição. Logo eu que gosto de tudo... que como tudo... Como até aquele queijo do Mc Donald's que é feito do mesmo material da caixinha em que vem o sanduíche. Mas vamos às dietas.
Tem a dieta do Amir Klink; onze meses na Antártida. Esta dieta tem um problema: além de emagrecer, causa espinha no rosto, e faz cabelos aparecerem nas mãos. Segundo alguns até pode levar à cegueira. Tem ainda a famosa dieta do Abacaxi, na qual você só pode comer um abacaxi por dia durante uma semana. Na segunda feira de manhã te dão sete abacaxis mas não dão a faca. É tiro e queda! O gordo vive eternamente revoltado com a natureza. Porque só a cerveja dá barriga? Porque alface não dá barriga? Porque agrião não dá celulite? Está tudo errado no mundo, menos o pastel do Álvaro's.
O primeiro sentimento de quem começa uma dieta é o de revolta. A vida passa a ser igual comida de hospital - não tem graça nenhuma. Dá vontade de acabar com tudo, a começar pelo que tem na geladeira, continuando a fúria devastadora de Gengis Khan até a loja de doces que colocaram na esquina só pra te sacanear.
O emagreando (ou regimando), é um indivíduo macambúzio, triste e cabisbaixo. Para ele nada faz sentido, só uma empadinha. A balança, depois da roleta do ônibus, é a sua maior inimiga.
No geral, todas as dietas seguem o mesmo princípio: nada que é gostoso pode! E o pior são os médicos de dieta querendo convencer você das delícias do chuchu, do sabor da cenoura, que um tomate no lanche substitui um Big Bob e que o chá de camomila relaxa mais que um chopp.
Só quem ganha com os regimes são os médicos de dieta, que devem gastar todo o dinheiro em banquetes monumentais, em porres homéricos nos congressos que eles organizam só pra contar piada e zombar dos pacientes que eles deixaram suspirando na frente de uma folha de alface.
Mas como você não consegue emagrecer, o jeito é ir para um Spa. Alguns indivíduos têm de ser trancados em jaulas para agüentar a rotina do Spa. Num Spa um irmão esfaqueia o outro por causa de uma bomba de chocolate, o marido estrangula a esposa por um cream-cracker. Fugitivos destes campos de alimentação, quando conseguem escapar dos cães farejadores de comida, andam quilômetros para buscar refúgio na padaria mais próxima. Quando voltam para casa, vários quilos mais magros, cheios de rugas e cicatrizes, trazem a marca de quem escapou vivo do inferno e mais tarde, nas noites frias de inverno, contam para seus netinhos como pagaram uma fortuna por um cheese-burguer sem catchup!
Comida pra ser boa tem que fazer mal, dar dor de barriga: mocotó, feijoada, leitão à pururuca, rabada, xinxim de galinha, vatapá, caruru, bobó, barreado, virado à paulista, baconzitos, cheesitos, doritos, pizza, batata frita de latinha, cheeseeggtudoburguer com molho e sem alface, bacalhau à zé do pipo, salame, salchichão e, é claro, o porco como um todo!!!!! Isso sim é que é comida de verdade!
Comida só funciona com culpa. E tem mais: se a gula é um pecado, o inferno deve ser ótimo pra fazer churrasco. Ninguém no sábado depois do almoço bate na barriga satisfeito e vai puxar um ronco depois de comer uma salada. Ninguém convida um amigo: "vai sábado lá em casa que vai ter alfaçada". É mais fácil perder um amigo se você fizer um convite desses do que os 30 quilos que estão sobrando!


* * * * * * * * * * * * * *

A REBELIÃO DE UMA PESSOA SÓ

Eu eu? Malhando, suando, acordando cedo... Hoje de manhã joguei longe a bateria da minha balança digital!! Aquela balança tá louca!!! Depois apertei um parafuso tão forte que era para ela sofrer um pouco e sentir o incômodo de um jeans justo. Então chacoalhei bastante com a intensão de deixá-la tão tonta quanto me sinto as 7 da manhã quando levanto para ir para a academia e depois dei umas batidinhas no visor para ela ficar esperta e pensar que da próxima vez posso bater com um martelo. Feito isso, coloquei o sofá da sala em cima e pedi para o Léo ficar pulando por 40 minutos... isso foi para ela sentir o que é peso de verdade e parar de me olhar com aquela cara de sarcasmo pós-carnaval, pós-prandial e pós-gestacional. Ou ela me respeita ou na próxima vez ela vai pra piscina pra se refrescar um pouco e aprender a marcar o meu peso certo. Mentirosa! Fiquei com raiva dela!
Beijos

Marcadores:


Escrito por Karim Scharf às 14:20




02 fevereiro 2008

O BOM DO CARNAVAL



Confesso que já corri de forma desgovernada atrás do trio elétrico! Ao ouvir o primeiro som da folia, lá estava eu com várias amigas na maior badalação! Meu paizão maravilhoso, nos buscava todas as noites (ahãm... manhãs) e ao chegar em casa tinha sempre um lanchinho delicioso nos esperando para recuperar a energia. Mas já passou! Hoje não posso nem pensar em frequentar um lugar entupido de gente, no maior empurra-empurra, me esgoelando para chamar o garçon e ficar 20 minutos numa fila de banheiro lavado de cerveja.

Léo nasceu em pleno carnaval e foi aí que o nosso samba começou pra valer. Na primeira semana, o nosso pequeno folião resolveu chorar no mesmo tom dos trompetes e acordava a cada 1 hora para mamar! Foram dias muito difíceis, apesar de toda a felicidade. Quando ele acordava, a gente só ligava a TV sem som, para iluminar o quarto de forma mais suave e era bater o olho na tela, estavam lá as escolas de samba na maior animação. Foram 5 noites assim! No dia do desfile das campeãs a gente já não aguentava olhar para aquela purpurina toda e ouvir aquele 'tuch, tuch, tuch' da bateria. Acho que foi aí que estressei de vez e decidi que carnaval bom é carnaval sossegado. Gosto, acho lindo, mas novamente vou colocar a minha fantasia e passar o feriado brincando de sanduíche com os meus dois pãezinhos! Eu sou o queijo!

Beijos e divirtam-se!

Marcadores:


Escrito por Karim Scharf às 19:24





Voltar ao topo


Éramos dois, nos tornamos três,
mas habitamos uma só alma.
Buscando o filho tão esperado,
resposta de um amor fecundo
Karim e Paulo, fizeram o Léo
e descobriram o mundo!

¨ Conheça a gente







¨ Cotidiano
¨ Culinária
¨ Cursos e Oficinas
¨ Desabafo
¨ Dieta e Saúde
¨ Diversão e Arte
¨ Encadernação
¨ Eu que fiz
¨ Família
¨ Festas e Encontros
¨ Fotografia
¨ Harley Davidson
¨ Híbridos
¨ Histórias do Léo
¨ Momentos
¨ Música
¨ Scrapbooking
¨ Tutorial
¨ Viagens
¨ Voilá Studio - books


Karim Scharf - Cursos e Oficinas





¨ SITE Karim Scharf
¨ Flickr
¨ Scrap Artist










Ageu e Mateus
Ale Toledo
Ana, André e Arthur
Anelise e Maria Eduarda
Barbrinha nas Arábias
Bia - Nosso Recanto
Borboletras
Boy Story
Cintia e Bia
Colorida Vida
Cravo e Canela
DigiScraps 4 All
Erasmo, Laura e Giulia
Erika Verginelli
Fabi, Babi e Bia
Flávia e Luíza
Isabel e gêmeos
Ju De Mari e Gutão
Juliana Parrini
Karen e Pedro
Kika e Catharina
Larissa, Bia e Victor
Lídia e Lucas
Liliany e Léo
Line Prado
Lu Brasil, Lorenzo e Enrico
Lucas - My toy shop
Mara e Ana Beatriz
Márcia e Isabella
Mitia e Nara
Patty, Carol e Juju
Porão da Kmi
PR 40 - HD
Samantha Prata
Samuel e Emilyn
Scrapblog
Scrap Depot
Simoni e Henrique
Viviane e Analu




Saudades do primeiro blog?
Tem lindas histórias no
Diário do meu Pequeno Príncipe

ARQUIVOS DESTE BLOG
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Fevereiro 2008
Março 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010







free counters
desde jun/2004




Template feito pela mamãe
Blogger e Haloscan




Obra intelectual protegida pelo
art. 24º da Lei dos Direitos
Autorais e pelo art. 7º,
inc. VII da Lei nº 9.610/98